3.4.10

Margarida Rebelo Pinto In "Alma de Pássaro"


«Tudo isto penso, sem nunca te dizer nos mails, em vez disso mostro-me interessada na tua viagem, nas aventuras que vais vivendo, nos sitios por onde já passaste. E nunca te pergunto quando voltas. Sei que, quando decidires será por ti e apenas por ti. Agora percebo o que querias dizer naquele almoço, quando falavas de generosidade e de amizade. Esqueceste-te de dizer individualismo. És uma pessoa avulso, Miguel, há procura da tua alma do outro lado do mundo, e eu tenho-a aqui adormecida nas mãos e não sei o que fazer dela, porque a tua alma se fundiu, em tempos com a minha e não consigo olhar para dentro do meu coração sem te ver lá, mesmo que tenhas escolhido outro caminho. Os destinos vivem-se como uma outra vida e eu tento todos os dias - acredita, porque é mesmo verdade - olhar para os dias e enchê-los sem ti. Mas em vez disso, comtemplo-os como se não fosse eu a vivê-los, enquanto treino em surdina um verbo novo, que quer queira quer não, vou ter que aprender a conjugar em todos os tempos e modos. o mesmo verbo que me deu força quando a minha mãe morreu:o verbo aceitar. Aceitar que já me amaste, que nada é eterno e tudo muda, que a vida é feita de momentos, que devia estar-te grata por todo o amor que me deste, pela tua frontalidade e sinceridade. Aceitar que o meu amor por ti não te podia roubar a juventude, aceitar a perda e a ausência daqueles que amo. Amar alguém é deixa-lo partir, olhar o céu e ver na dança da lua um momento qualquer em que talvez voltes, sem nada pedir nem nunca esperar...»

71 comentários:

  1. Acredita, somos incrivelmente incriveis (a)
    A Margarida sabe mesmo escrever! Está lindo, como tudo o que ela escreve.

    ResponderEliminar
  2. oh *.* obrigada, mas tu também és uma querida!
    A Margarida é única naquilo que escreve!

    ResponderEliminar
  3. vou-te contar um segredo: esse é o meu livro favorito =$ a vida tem com cada coisa. eu adoro esse livro, não sei se o leste integralmente mas a história de amor da inês e do miguel é tudo, menos perfeita, mas infinta enquanto durou - o livro quase todo - . muitos dos excertos que tenho colocado no blog são desse livro. trago-o sempre na inspiração dos meus textos porque é verdadeiramente profundo. :$


    GRAÇINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA ***

    ResponderEliminar
  4. se eu pudesse, tinha todos os livros dela.

    ResponderEliminar
  5. Mas é que é mesmo um orgulho ;D
    Toda no coração mesmo *.*

    ResponderEliminar
  6. infelizmente só um, mas tenho excertos fantásticos de todos os livros dela *.* e tu?

    ResponderEliminar
  7. o amor da inês e do miguel, o amor maternal da inês pela filha, a relação da carolina com o miguel e com o filipe. :'$
    ai, lê :$
    é lindooooooooooooooooooooooooo.

    ResponderEliminar
  8. Tenho o dia em que te esqueci (meu deus *.*)
    e já li o não há coincidências, e o sei lá. Ando à procura do diário da tua ausencia, mas não encontro em nenhuma livraria -.-

    ResponderEliminar
  9. também tenho o diário da tua ausência :D
    deves estar ansiosa para o acabar *.*

    ResponderEliminar
  10. Eu tenho quem mo empreste, mas eu quero comprá-lo :b

    ResponderEliminar
  11. Sim, porque eu gosto de sublinhar as partes que mais gosto e para isso é melhor que o livro seja meu (x

    ResponderEliminar
  12. eu agora estou a ler os Maias, tem de ser :)

    ResponderEliminar
  13. Pois, mas eu gosto mesmo de sublinha-los (:

    ResponderEliminar
  14. o filipe tem 3 filhas , e conhece a inês no supermercado :O

    g «3

    ResponderEliminar
  15. eu gosto tanto da relação da inês e do miguel. sei que não acaba bem, mas aquele amor, =#

    ResponderEliminar
  16. a MRP é grande :) confesso que comecei a ler o dia em que te esqueci e nao sei tive medo de o ler, mas nem o tenho. já o diario da tua ausencia do pouco que li é fantastico :)
    ahahah eu nao mudei :P continuo a mesma e sou a adriana (ou adri, ou dri :P)

    ResponderEliminar
  17. Olha, fodace :'s
    escrevi o texto e meti as tuas iniciais porque me lembrei de ti para escrever aquilo, sublinhei o A de Alexandra(s) visto que isto do blog é um diário on-line, certo? Assim quando voltar a ler aquilo daqui a uns tempos (re)lembro-me que escrevi aquilo a pensar em ti (:

    Que nós lixamos a amizade toda isso é verdade, mas mesmo assim penso que foi TUDO culpa minha, tudo mesmo.. e por isso é que segui caminho e fechei-te numa caixinha para não te voltar a magoar mais, sei que o fiz muitas vezes! Mas isso era tudo mais fácil se eu não te visse todos os dias na escola. Acabo sempre por me lembrar dos bons momentos, dos textos (que tenho guardados no meu pc), das fotografias, das tardes em tua casa, dos cachorros, dos segredos e das confidências, das vezes que te ia buscar de manhã e tudo o resto que sei que te lembras! 3 anos não são brincadeira e não se apagam, mas eu afastei-me duas vezes de ti, e não tinha coragem de o voltar a fazer. Então, achei que seria melhor sair de uma vez para não voltar a magoar aquela em que eu já chamei de melhor amiga. Deixei-te por te amar de verdade e não por já não gostar de ti :s
    e depois tu tinhas a Cátia, sabia que ela te ia ajudar (: desculpa!

    ResponderEliminar
  18. a vida é mesmo feita de momentos :)

    ResponderEliminar
  19. sim, por incrível que pareça estou a gostar bastante até!

    ResponderEliminar
  20. eu percebo, imagina também o que é teres de deixar a pessoa mais importante da tua vida para o bem dela! imagina o que é perder a tua melhor amiga, mesmo gostando dela, só porque achas que assim ela é mais feliz; sem ti.
    Não, o que eu sinto por ti é o mesmo, não terminou! Se já tivesse terminado eu não continuava a sofrer, nem evitava rever os nossos textos, fotografias e vídeos só porque me fazem chorar de saudade :s

    ResponderEliminar
  21. boa pergunta! (:
    olha, tu quiseste resolver tudo naquele último dia na escola e ficou tudo fiche, estava contente.. pensava que daquela era "para sempre amigas" mas não sei, acabámos por nos afastar e dexámos de nos falar sequer. é que nem por telemóvel ou net :s já não recebo uma sms tua faz MESES! e pronto, pensei logo que já não me quisesses e acabou :x

    mas não me faças mais perguntas dificeis, que nem eu sei responder :S

    ResponderEliminar
  22. não fizeste nada , choro por algo que perdi por estupidez e que não vai voltar; choro poe todos os bons momentos que passei!

    ResponderEliminar
  23. mas quer tenha sido por estupidez ou não, acabou por acontecer e isso não se pode mudar, infelizmente! :s

    ResponderEliminar
  24. sem problema (: se não quisesse ter falado, dizia!

    ResponderEliminar
  25. fazes bem , também acabo por cantarolar :b

    ResponderEliminar
  26. pois, partilho exactamente a mesma opinião! sem tirar nem por xs

    ResponderEliminar
  27. felizmente acaba da maneira que o coração do leitor quiser :$

    ResponderEliminar
  28. se algum dia souberes; diz! estou aberta a sugestões $:

    ResponderEliminar
  29. tenho feia :D muitaaaaaaaaaaaaaaaaaas ! (L)

    ResponderEliminar
  30. eu já o li bastantes vezes, e fico sempre com a sensação de que esta é daquelas histórias que precisa de um final feliz, e neste caso, o meu final feliz pode não ser o teu, por diversas coisas, então ela fica, com quem nós quiser-mos =$ eu gosto tanto desse livro, sabes a parte que ela fala da filha e do nascimento dela? comove-me sempre :$

    ResponderEliminar
  31. não, não tenho noção x$ ainda bem que tens querida *.*

    ResponderEliminar
  32. ahahahaha, olha vou sair da net >.< falámos mais tarde, beijinho (L)

    ResponderEliminar
  33. Okay! Masé que já carregavas o telemóvel, já ninguém não tem sms :b
    beijinho (L) (L)

    ResponderEliminar
  34. uau :O
    estou a ver que gostas da Margarida Rebelo Pinto, somos dois então :P sou fa(nático) pelos livros dela :)

    beijinhos*

    ResponderEliminar
  35. eu ligo até xD agora estou viciada no blogue e no telemóvel xs ainda nem consegui sair daqui como já reparaste :b

    ResponderEliminar
  36. não li todos , acho eu. falta-me só o portugues suave :)

    ela tem uma escrita única, e que só alguns são capazes de compreender e isso torna-a muito especial. não sei se sabes, mas ela tem um blogue onde escreve crónicas muito interessantes. conheces?

    ResponderEliminar
  37. não, não é esse.
    é este : http://sol.sapo.pt/Blogs/margaridarebelopinto/default.aspx

    ela só escreve às sextas , são crónicas semanais. eu adoro. dá uma espreitadela. ;)

    ResponderEliminar
  38. de nada, sempre às ordens ;) vale a pena a leitura. obrigado eu :)

    ResponderEliminar
  39. este texto tocou-me a sério. Há algo nas palavras dela que me faz sentir menos sozinha.
    Gostei do teu blog (:

    ResponderEliminar
  40. ohhh, tão queridaa *-*
    eu até nem escrevo assim muito mal, acho eu. quando a inspiração é boa, as letras não são o meu problema :)
    coisas de quem tem um blogue para cuidar, deves saber do que falo :D

    ResponderEliminar
  41. mas o teu blogue é super giro e querido, gostei imenso, por isso é que comecei a seguir :D adoro tudo.

    ResponderEliminar
  42. eu pelo menos gosto, os outros não sei =$
    é simples e giro, e tem posts filosóficos, que eu adoroooo.

    ResponderEliminar
  43. sim, passo na boa x) mas há um problema! já gastei metade da net a passar para os outros :s tou mesmo no fim :o

    ResponderEliminar
  44. pede à Sara ou ao Badoxa, não sei xs
    ou então esperas até Abril :o

    ResponderEliminar
  45. fica combinado :) escreve e terás aqui um fiel leitor sempre presente, eheh.

    ResponderEliminar
  46. Vai xD por causa das férias . mas tb porque tenho mais 4 net's então estou mais à vontade :D
    só que para as usar a minha mãe tem de estar distraída senão lixa-me logo -.-

    ResponderEliminar
  47. QUEROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO ! quero mesmo xD

    ResponderEliminar
  48. Calaro :D mas depois não te podes cortar xP

    ResponderEliminar
  49. lerei sempre :) quanto a ser teu fã nº1 ... pode haver melhores que eu, ahah.

    ResponderEliminar
  50. é a falta de ovos de chocolate xD olha, vou para a cama ! não desesperes nem arranques cabelos qu eu volto amnhã :b
    beijão (L)

    ResponderEliminar
  51. Gostei imenso do livro (O dia em que te esqueci) e está cheio de expressões assim do género que fazem mesmo pensar.
    Este ainda não li mas, como gosto muito de Margarida Rebelo Pinto, tenciono lê-lo.
    Adoro o blog!

    ResponderEliminar
  52. Acredito! Eu vou lê-lo e vai ser em breve :D
    Não está mesmo nada de especial, mas obrigada :')

    ResponderEliminar
  53. o dia em que te esqueci é um pouco o que todas as mulheres passam, e tive um pouco de medo de desenterrar memórias passadas que me fizeram sofrer, mas que ultrapassei e que me fizeram crescer :)

    ResponderEliminar
  54. meu amor, isso está na parte inicial do livro, numa parte em que a "inês" fala da morte da mãe e do nascimento da filha, que expressa a sua vida em algumas páginas. Eu percebo amor, é natural que as aulas te ocupem grande parte do teu tempo, e é assim que deve ser. ;)

    Aproveito para te desejar uma Páscoa Feliz, com muitos ovinhos e muita paz. ;)

    Beijinhooos meu amor *.*

    ResponderEliminar
  55. fui mesmo uma santa em ter avisado :b
    senão, tadinha de ti :o

    ResponderEliminar
  56. um dos meus livros favoritos é este, alma de pássaro e talvez o meu favorito. Podem dizer mil e uma coisas deste livro, e especialmente dela mas as palavras dela são o que os nossos corações sentem. E os sentimentos não podem ser fingidos.. as descrições dela são mais fortes que isso. Fiquei com vontade de re-lê-lo.

    (raiva...ou amor, sinto os dois, e quando sinto amor o mundo fica mais azul e momentos mais tarde fica negro e a chover..) beijinho princesa

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.