29.11.10

Estúpida realidade.


Deixas-te-me numa situação que mal consigo pensar, sequer, que tudo terminou. Não deixas-te uma única explicação, uma única palavra. Mas tento não pensar muito nisso. Nem sequer te condeno por o teres feito.
A culpa nunca é apenas de um lado e se tudo acabou, é porque eu, também deixei.
Tenho saudades, aquelas saudades que me esmagam e me fazem apertar o peito e chorar como se estivesse a bater em mim própria e a retirar o pouco de vida que ainda tenho. Aquele desespero de já não te ter. O pensar que tudo poderia ser melhor. Que tudo poderia ter sido diferente.
Sempre, em qualquer circunstância, fazia de ti, o melhor de mim. Não abria mãos de ti, nem sequer conseguia pensar que isso poderia acontecer. Tudo o que fazia era em função de ti, para ti. Vivia só para ti e tu, nem sequer vias que eu existia realmente. O final é sempre a parte pior. Onde um segue em frente e o outro, fica a chorar pelos cantos. Gostava de mudar essa estúpida realidade, mas quando se fala de sentimentos, do coração, não há com que lhes fazer frente.
E é por isso, que te amo. É por isso que por mais que doa, que sinta este desespero, eu continuo a gostar tanto de ti, como antes. Porque as pessoas nunca se esquecem, e tu, sinceramente, nunca passarás em branco na minha vida.
alexandra pinto
(imaginação do momento)

23 comentários:

  1. Sem palavras mesmo.
    Eu á pouco tempo também sai de uma relação, e acredita que quem sofreu fui eu e não ela, como te compreendo.
    Mas é a vida e á que seguir em frente :)

    Boa sorte no futuro! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. espero que não :')
    tens uma bela imaginação, deixa que te diga. gostei muito *

    ResponderEliminar
  3. e eu também fico contente por tu ficares :3

    ResponderEliminar
  4. não, eu não sou homossexual, querida. mas a situação não me deixa de incomodar, uma vez que pessoas que me são próximas acabam por sofrer muito com esse tipo de julgamentos.
    depois, muitas das vezes, também eu sou julgada por me dar com eles.. sabes aquele ditado do 'diz-me com quem te dás, dir-te-ei quem és?' as pessoas levam-no demasiado à letra.
    não sou homossexual, mas sempre fui uma pessoa incapaz de se identificar com o padrão 'normal', e incapaz de me misturar na multidão. ser diferente é difícil.. mas é tão recompensador.

    de nada. :) gosto muito deste texto, também!

    ResponderEliminar
  5. "as pessoas nunca se esquecem, e tu, sinceramente, nunca passarás em branco na minha vida. ♥"
    a frase mais bem conseguida de todo o texto. mas o melhor é toda a sinceridade nele <3


    já arranjei empregooo Xaninha *.*
    fui deixar currículo, fiz entrevista na hora e fiquei. Já começo amanhã xD

    ResponderEliminar
  6. muito obrigada. (:
    adoro muito. estou a seguir (:

    ResponderEliminar
  7. Obrigada querida *-*
    O teu texto está lindo *-*

    ResponderEliminar
  8. Nao se passa nada meu amor +.+
    AMO-TE VIDA <3

    ResponderEliminar
  9. muito bom, mesmo. não acredito muito que uma relação que acabe tenha sido causada pelos dois. nem tem que ser assim.

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.