28.11.10

No entanto, não deixo de lutar por ti!

Tumblr_lck5j2q8px1qe60hjo1_500_large

Tu não fazias ideia, mas todos aqueles sorrisos matinais, e os abraços que davas, fazia com que o meu dia corresse muito melhor. Às vezes nem eu própria sabia a razão pela qual despertavas tanto interesse, visto que nunca nos demos assim tão bem. Apesar de tudo, sentia-me confortável na tua presença, como não sentia com pessoas que estava diariamente. Tinhas a capacidade de me acalmar quando as outras pessoas à minha volta, faziam com que a minha vida mais parecesse um drama onde para sobreviver, só desistindo. E tu devias de sentir nos meus actos, que desistir, não era definitivamente a melhor maneira de levar a minha vida.
Sempre fui pessoa de erguer a cabeça e não esperar com que as coisas me caíssem de mão beijada. Caso isso acontecesse, não o merecia porque também não fiz nada para o merecer. Sabias perfeitamente que para dar valor a alguma coisa, tinha de sofrer primeiro, tinha de lutar.
Por isso é que és importante, pois já me fizeste sofrer, no entanto, não deixo de lutar por ti!
Alexandra Pinto
(imaginação do momento)

23 comentários:

  1. eu sou sempre querida. mas só porque gosto muito de ti <33

    tens de ler o livro. Acho que é dos melhores, se não mesmo o melhor :)
    é meio sarcástico às vezes, mas uma bela maneira de se despedir suavemente de um grande amor! Eu adorei! :)

    (agora vou comprar o novo. "A minha casa é o teu coração")

    ResponderEliminar
  2. este texto está bem imaginado, gostei :)

    ResponderEliminar
  3. por vezes as pessoas que mais nos magoam são aquelas que mais falta nos fazem e pelas quais sentimos necessidade de lutar :/ está bonito, Alexandra*

    ResponderEliminar
  4. obrigada por avisares, princesa.
    adoro o texto, mas é real?

    ResponderEliminar
  5. ahhhhhhhhhh, percebi que era aquele que estavas a falar xD
    Mas olha, agora já sabes, tens de o comprar x)

    ResponderEliminar
  6. Para atingirmos os nossos objectivos temos de lutar, mas quando estamos a sofrer temos de saber parar no limite !

    ResponderEliminar
  7. mesmo! mas por vezes tenho medo de me esquecer dele :s

    isto está lindo, adoro *-*

    ResponderEliminar
  8. obrigada minha querida , e se calhar tens razão *.*

    ResponderEliminar
  9. Sinceramente, não gosto muito do design, estou a procurar outras variedades. Mas agradeço o teu elogio, é muito bom saber :)

    p.s. estou sempre atenta ás notícias do teu blogue, no face!

    ResponderEliminar
  10. obrigado querida. :) escrevi-o um pouco pra descarregar a frustração, porque vi um amigo meu a ser tratado de uma forma bastante cruel por ser homossexual, e sinceramente, estou farta que todas as pessoas à minha volta, e que também eu mesma, sejam rebaixados por serem diferentes. por não encaixarem na multidão. por não se conformarem em ser um estereotipo.
    estou contente que tenhas gostado! volta sempre *

    p.s: à pouco estive a ler os teus textos.. cliquei no 'gosto' em alguns apenas, mas tenho a dizer-te que gosto bastante da tua escrita e da ideia como expões o assunto que vais tratar, e claro, dos tópicos. beijinho!

    ResponderEliminar
  11. aai eu amei a musica que voce coloco aqui no seu blog e seus posts muito lindos *--* eu queria saber qual eh o nome dessa musica :$
    bjinho

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.