5.11.10

Tudo faz parte da vida, sem excepção.

Tumblr_l9b0bpsdn31qaqj2yo1_500_large

« Ainda nasce a lua nos moinhos,
ainda nasce o dia sobre os montes.
Ainda vejo a curva do caminho,
ainda o mesmo som, das mesmas fontes.
Sabes meu amor, não estou sozinho,
peelas estradas do silencio em que te escuto.
Abro a janela, ainda cheira a rosmaninho,
vejo-me ao espelho,
e ainda vejo luto. »

Ainda há coisas que se mantêm constantes. Ainda existe algo capaz de se tornar permanente com o passar do tempo. E é disso que a vida é feita. Entre acabar, permanecer e recomeçar, tudo tem a sua semelhança, todos pertence à vida de um ser Humano.

17 comentários:

  1. adoro a música e adorei este post. :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Adorei o teu blog, é lindo! (:
    Vou seguir *

    ResponderEliminar
  3. A foto , o texto, simplesmente lindo. Gostei :) * beijo

    ResponderEliminar
  4. Uma constante incerteza com a esperança que tudo ficará bem.

    ResponderEliminar
  5. Uma constante incerteza com a esperança que tudo ficará bem.

    ResponderEliminar
  6. Alexandra!
    Me amarrei no teu blog!
    Seguindo-te!
    Bjs!

    ResponderEliminar
  7. escreves mt mt bem *.*
    desculpa a invasão $:

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.