18.2.11

Como se fizesse parte de mim.

« Agarrei-me à ideia de que já estava viva e era feliz antes de o conhecer, por isso continuaria viva de qualquer forma. Mas quando a paixão inicia um novo reinado, tudo muda. Paira uma loucura invisivel e latente que nos alimenta os dias e as horas. O amor tem sempre o seu quê de loucura, ou não seria amor e não valeria e pena. E a loucura tem sempre alguma razão, ou não seria loucura. Comecei a amar este homem num só instante e temo amá-lo até ao fim da minha vida. Como se me estivesse debaixo da pele, me corresse no sangue e fizesse parte de mim. Antes dele, tudo era relativo. »
Não há coincidências, Margarida Rebelo Pinto.

44 comentários:

  1. É impressionante como a Margarida Rebelo Pinto nos faz sentir todas as palavras dela como se fossem nossas

    ResponderEliminar
  2. não aceites aquele com o meu número x)

    ResponderEliminar
  3. Lindo texto!
    Apesar de seus mistérios eu prefiro sempre o AMOR, mesmo que este me deixe a beira da loucura, prefiro essa loucura a nao sentir nada.

    Minha querida, tenha um lindo fim de semana!
    Bjs & abraços!

    ResponderEliminar
  4. Sim, eu percebo. E por isso, mais vale estares quieta e deixar as coisas andar. Elas resolvem-se de maneira natural. :)

    ResponderEliminar
  5. Não vale a pena dizer mais nada..a "Q#" disse tudo :)

    ResponderEliminar
  6. obrigada fofinha (:
    também gosto do teu :o

    ResponderEliminar
  7. Estou bem, meu amor.
    Conversei com ele, princesa. Está tão estranho :s

    ResponderEliminar
  8. sim, digo-te que sim, tens coisas muito interessantes (:

    ResponderEliminar
  9. acho que ninguém gosta. o conselho que te dou é para dares tempo ao tempo. :)

    ResponderEliminar
  10. Essa grande senhora consegue dizer tudo em tão poucas frases :')

    ResponderEliminar
  11. Que lindo *.* A Margarida é fantástica!

    ResponderEliminar
  12. Oh, a foto e o texto tão msm fixes :)
    Beijo *

    ResponderEliminar
  13. sim, é verdade, e eu bem que tento, mas não sei, não consigo deixar de pensar no que os outros irão dizer e isso :x

    ResponderEliminar
  14. E este excerto serve perfeitamente para mim, sem tirar nem pôr. *

    ResponderEliminar
  15. Estamos a ser amigos e isto tudo está a matar-me por dentro. Mas, por outro lado é como se eu soubesse que isto é o melhor para o momento e que, na verdade, eu me sinto feliz por isto. Acho tudo muito estranho, como se eu estivesse querendo o amor de um alguém que não se decide e não sabe o que quer da vida. Um alguém que tem distintas opiniões sobre um mesmo assunto. Que pensa de diversas formas e faz-me sofrer ao dizer que me ama mas que não pode ficar só comigo... que tem um outro alguém na sua vida a ser tão importante quanto eu. Eu penso que não deveria alimentar minhas esperanças de estar bem com ele. Mas, no fundo, acho que "estar bem" nem significa estar próximo, se bem que estamos muito próximos agora. Mas é tudo amizade. Parece que com esta nova relação entre nós dois ele passa a confiar em mim de uma forma muito neutra. Ele chora comigo e diz-me coisas que antes nunca disse quando estávamos "juntos". Acho que depois da nossa conversa ele sentiu-se liberto. E eu também.

    ResponderEliminar
  16. Gostei muito do excerto do livro, muito bonito :) *

    ResponderEliminar
  17. querida estou a seguir, nao sei e pq nao aparece o:

    ResponderEliminar
  18. Eu sei, meu amor e te agradeço por tuas palavras.
    Entendo bem o que disseste.
    O fato é que, no fundo, eu sinto que não devo especular nossa relação, afinal ela agora conversa mais abertamente sobre nós e isto, por sinal, é bom. Sinto que tudo está acontecendo como é para acontecer e que as coisas vão terminar bem, o caminho é mesmo este.
    Talvez nunca houve uma chance para nós e eu esteja vendo coisas demais onde não existem. Talvez ele nem goste assim de mim como me diz e como eu penso, talvez o que eu sinto por ele não passasse de um desejo muito louco. Eu não sei. Mas assim como tá, está ótimo.

    Beijos, com amor,
    Cynthia *

    ResponderEliminar
  19. gostei imenso do blog. criei um por aqui, recentemente, passas por lá e segues? beijinho

    ResponderEliminar
  20. pois, é o que tento fazer, com o tempo deixamos de ligar ao que dizem ou deixam por dizer.

    ResponderEliminar
  21. quero tanto começar a ler os livros dela :)

    ResponderEliminar
  22. Eu já li este livro e é o meu favorito *.*

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.