11.3.11

Reconhecimento & Maturidade.

Mesmo que a vida faça com que estejamos assim para sempre, talvez ela faça também com que eu nunca te esqueça. Um dia sei que irei relembrar-me disto, e apesar de haver os seus lados maus nesta situação toda, vou-me lembrar apenas, dos bons momentos. Do quanto me fizeste sentir bem.
Vais ser, no fundo, uma boa parte da minha vida. Talvez seja por isso que não te consiga odiar. Tinha muitos motivos para isso, o meu problema é que penso sempre que há mais motivos para amar uma pessoa do que propriamente para a odiar. Não sou pessoa de guardar ressentimentos, de odiar, de viver uma vida cheia de frustração. Claro que há pessoas, momentos, situações que prefiro nunca mais recordar, fazem-me mal. Mas nunca, em nenhum momento, chego a esse ponto.

Tumblr_lhv4p1s7nk1qf7snto1_400_large

Aquilo que deixei de fazer por medo, insegurança, vergonha, faz-me pensar que poderia ter ganhado mais, poderia ter sido tudo feito de maneira diferente. Mas mesmo assim, penso que estar sempre a matutar-me pelas coisas que não fiz, é tempo perdido. Se não as fiz, se não tive coragem, resta-me corrigir, quando a ganhar. (Gostava que fizessem o mesmo em relação a mim, ao que eu faço ou deixo de fazer.)
À que saber entender, perceber o lado de uma pessoa e não fazer juízos de valor, porque na situação dela poderíamos fazer o mesmo, ou até mesmo, fazer pior. E julgar o que os outros fazem, e muitas vezes nas costas, é cobardia. É atitude de criança, atitude de quem não tem um pingo de inteligência. Sei que também já o fiz, todos já dissemos uma coisa de uma pessoa que depois nos provou o contrário e talvez seja por isso que me fez crescer tanto. E o "nojo" de que senti de mim mesma nessa altura, é a que sinto quando sei que fazem isso comigo, com as pessoas que me rodeiam. Conhecer antes de julgar, por vezes é mais difícil do que parece. Porque julgar pelo o que os outros dizem torna-se mais fácil do que propriamente ver se isso é mesmo verdade. Mas temos de admitir, nascemos todos com essa cobardia. Resta crescermos com a nossa experiência de vida. Depois cada um chega à sua própria conclusão.

14 comentários:

  1. Todos os dias olhamos para trás e crescemos um pouco...

    ResponderEliminar
  2. "Aquilo que deixei de fazer por medo, insegurança, vergonha, faz-me pensar que poderia ter ganhado mais, poderia ter sido tudo feito de maneira diferente. Mas mesmo assim, penso que estar sempre a matutar-me pelas coisas que não fiz, é tempo perdido. Se não as fiz, se não tive coragem, resta-me corrigir, quando a ganhar." adorei este texto. revejo-me nesta parte.
    lindo :D

    ResponderEliminar
  3. Adoro seguir o teu blog (:
    Podes ajudar-me apenas numa dúvida que eu tenho sff ? como é que puseste aquilo do "gosto" mas para o facebook ?

    ResponderEliminar
  4. dscp a demora :s
    perguntei se já era hábito andares sempre mal :o

    ResponderEliminar
  5. "Conhecer antes de julgar, por vezes é mais difícil do que parece. Porque julgar pelo o que os outros dizem torna-se mais fácil do que propriamente ver se isso é mesmo verdade. Mas temos de admitir, nascemos todos com essa cobardia. Resta crescermos com a nossa experiência de vida. Depois cada um chega à sua própria conclusão." - adorei, que grande verdade!

    ResponderEliminar
  6. eu procuro em vários, mas agr assim não sei bem. sorry $:

    ResponderEliminar
  7. acho que não recebi nada... ou então esqueci-me. sorry :X. também tive doente não andei com o telemóvel.
    mas diz lá o que disseste :p

    ResponderEliminar
  8. ahh amei seu blog anjo...
    estou seguindo..
    espero sua visita no meu cantinho..
    tenho as fórmulas do coração. haha

    bejin flor..♥

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.