15.4.11

"Não tenho tudo o que amo, mas amo tudo o que tenho."

Perguntaram-me o que é saudade. A minha resposta foi imediata: talvez ninguém entenda mais disso do que eu! E tentei explicar. Falei que a saudade é uma dor que parece cortar a alma de nós, como navalha. Que faz o coração sangrar de tal forma como se ouvíssemos cada gota do nosso sangue gotejando na nossa alma. Falei que é a falta imensa que nós sentimos, o vazio infinito que sentimos quando nos lembramos de alguém que não vimos mais, que há muito não vemos, que não veremos mais ou, ainda, de algo que ficou no passado e que jamais poderá ser revivido.
Autor desconhecido.

Saudade é mesmo o vazio infinito que sentimos quando nos lembramos de alguém. É mesmo difícil de lidar com ela. Contudo quando este sentimento permanecesse demasiado tempo dentro de nós, começamos a querer, desesperadamente, de algo novo na nossa vida. E eu sinto-me assim. Sinto saudades de tanta coisa, tanta que nem eu própria consigo dizer. Contudo, estou a tentar ver o lado positivo das coisas. Necessito de ver as coisas de uma maneira diferente. Preciso de esquecer a falsidade, a hipocrisia e toda a estupidez alheia. Quero esquecer que, preciso daquilo e que não tenho aquilo que sempre quis. Fartei-me, simplesmente. Quero dar o valor às coisas que tenho e que nem dá tempo de sentir saudades, porque permanece sempre comigo. Apercebo-me que muitas vezes as pessoas estão mais preocupadas com os problemas do que propriamente com as conquistas que têm na sua vida. Como conseguiremos, nós, ter aquilo que queremos tanto se nem valor ao que temos, dá-mos?
Deus escreve por linhas tortas. - Acredito mesmo nesta frase. Sem derrotas, nunca conseguiríamos amadurecer o suficiente para lidar com a nossa vida. Teremos sempre momentos que nos apetece desaparecer e voltar, só quando estivesse tudo bem. Haverá sempre, momentos em que queremos estar sozinhas e deixar-nos de nos fazer as pessoas fortes e de sorriso fácil e libertar-mo-nos de todo o peso interior.
Todos temos fragilidades. Todos temos os maiores defeitos do mundo, admitindo ou não. Não podemos culpar a pessoa x ou a pessoa y, de ser ou não ser aquilo. Todos, de uma forma ou de outra, erramos.
T-O-D-O-S. Para quê, para quê tanta falsidade de umas pessoas para as outras? Se todos merecemos ser felizes, se nascemos para seguir o caminho de nos sentirmos realizados... É estúpido deitar-nos mutuamente abaixo, quando todos, sem excepção, merecemos apoio, merecemos amor, merecemos perdão. E melhor do que tudo, merecemos melhorar com a ajuda uns dos outros. Viemos sozinhos para este mundo, mas não conseguimos passar a vida sozinhos. Precisamos sempre uma mão de apoio. Alguém que nos compreenda. Alguém capaz de nos abrir os olhos e que nos possa ajudar a erguer a cabeça nos momentos mais complicados. E eu vou sorrir, por tudo o que até hoje conquistei. Não quero baixar a cabeça mais. Não quero.

Vou passar a preocupar-me mais com "manter o que vale a pena" e não com, "ter o que nunca mais me pertence".

47 comentários:

  1. Fofinha isto fez-me pensar tanto, revi-me nas tuas palavras. mais uma vez está lindo o que escreves-te <3

    ResponderEliminar
  2. "Não tenho tudo o que amo, mas amo tudo o que tenho." essa frase diz tudo! lindo.

    ResponderEliminar
  3. O blog "um quotidiano 1001 cores" aderiu a uma nova funcionalidade, que certamente já visualisaste em muitos sites.
    Ao entrares vês de imediato a opção de "gosto" relativa ao facebook, caso o blog seja do teu agrado e gostes de o consultar diariamente/semanalmente/mensalmente terás a oportunidade de mostrar que realmente "gostas", não só do texto como do visual, ao clicar num botão.
    Meu/Minha querido/a bloguer caso também tenhas alguma opinião a dar acerca do visual ou do modo de escrita, estou aberta à recepção da tua opinião que talvez me faça muito jeito.
    Obrigada pela atenção, beijinhos :)

    ResponderEliminar
  4. "Deus escreve por linhas tortas. - Acredito mesmo nesta frase. Sem derrotas, nunca conseguiríamos amadurecer o suficiente para lidar com a nossa vida. Teremos sempre momentos que nos apetece desaparecer e voltar, só quando estivesse tudo bem. Haverá sempre, momentos em que queremos estar sozinhas e deixar-nos de nos fazer as pessoas fortes e de sorriso fácil e libertar-mo-nos de todo o peso interior."
    subscrevo por baixo!

    ResponderEliminar
  5. Obrigado princess de verdade :$ eu quero tanto contar-te, desabar contigo. já não aguento isto cá dentro. não sei como me transmites tanta confiança, mas transmites <3

    ResponderEliminar
  6. assim não vale :c
    eu só não entendi a primeira palavra tb , o tradutor deve ter traduzido mal, senão eu entendia (a)

    ResponderEliminar
  7. que L-I-N-D-O ! *.* li-o três vezes seguidas :o

    ResponderEliminar
  8. adoro!
    já tinha saudades de te ler Alexandra, (:

    ResponderEliminar
  9. ainda bem, sempre já se pode falar mais :p
    curso... já arranjaste?

    ResponderEliminar
  10. adorei, tu tens força, eu sei (:

    ResponderEliminar
  11. Saudade... algo tão difícil de controlar :s mas sim, temos que aproveitar sempre o tempo que temos as pessoas por perto, porque depois que elas se vão, nunca mais a temos >.<
    adorei a frase do inicio do post *O*

    bjs

    ResponderEliminar
  12. adorei!
    estou a seguir ((:
    se quiseres segue também!
    beijinho*

    ResponderEliminar
  13. Que querida *.*
    Escreves mesmo bem , tens uma enorme sensibilidade :$

    ResponderEliminar
  14. Excelente texto e realmente identifico-me com a maioria... e sim, devemo-nos preocupar com kem interessa e deixar o resto!

    ResponderEliminar
  15. Olá :) Queria informar-te que o meu blog vai ficar privado e que se o quiseres continuar a seguir deves deixar um comentário no blog com o teu e-mail (o comentário não será aprovado) e se não conseguires comentar antes de eu o privar, envia o e-mail para porque_sim_ss@hotmail.com e o endereço do teu blog.
    Obrigada, Sara.

    ResponderEliminar
  16. Realmente a saudade é assim....
    Adorei*

    ResponderEliminar
  17. http://developers.facebook.com/docs/reference/plugins/like/ ;)

    ResponderEliminar
  18. l-a-i-c-a! tens de meter o link do teu blog! é essa página que é para gostar .

    ResponderEliminar
  19. a mim tb me apareceu ! é um erro, ou qq coisa que meteste! voltei a fazer e deu me bem :D não entendi bem pq mas deu xD

    ResponderEliminar
  20. não pode ser, porque deu me 500 e tal , mas depois já me deu bem xD

    ResponderEliminar
  21. não disfarces, tá?
    eu sei bem que tu não sabes ler -.-

    (a)

    ResponderEliminar
  22. é a tua irmã que lê e escreve o que tu mandas, unf!

    ResponderEliminar
  23. tu até demoras a responder por causa disso xp

    ResponderEliminar
  24. saí de lá agora :o
    mas tu fazes o que eu mando? niiiiiceee xD

    ResponderEliminar
  25. psst , cala-te tu porque eu já te tinha mandado a comentário a pedir fotos novas ontem ou segunda, mas não deve ter sido enviado então tive de mandar outra vez :c

    ResponderEliminar
  26. Obrigada :) eu depois envio-te o convite!

    ResponderEliminar
  27. claro que sim , querida. é esta:
    A Sound Mind Always & Forever

    ResponderEliminar
  28. já somos duas... não fui mais ao meu curso. já não me cativa.

    ResponderEliminar
  29. Oh fofinha desculpa mas esta semana tem sido super complicada! nao queres trocar o mail? é mais facil :$ beijinho <3

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.