3.4.12

Medo do desconhecido

Pensei sinceramente que esta parte da minha vida nunca iria mudar, que se ia manter constante como se manteve durante todo este tempo. Mas hoje deparo-me com outra realidade, com outra visão perante tudo isto. Numa parte da minha vida onde eu só via medo, escuridão, más recordações, sinto que ainda não está tudo perdido. Talvez ainda há-ja esperança para um futuro melhor!

Tumblr_m1t7zyvynq1qhel9po1_500_large

Sinto que apesar de todos os dissabores que a vida me deu, tudo teve um propósito, dar valor a uma família. Contudo o medo e o nervosismo de tudo o que poderá passar mantém-se constante. Tudo é-me desconhecido ainda, talvez nunca deixe de o ser. E sinceramente não sei o que prefiro, se levar o rumo que a vida me deu ou abrir horizontes a um caminho completamente diferente. Digo diferente porque há uns anos atrás não imaginaria nada disto. Sempre imaginei um reencontro, mas nunca um reencontro feliz. E é com essas imagens que a minha cabeça, com a ajuda da minha consciência. que o meu coração dispara e faz-me desistir de acreditar. Pelo medo do desconhecido, pelo medo da rejeição, pelo medo de tentar e no final não valer e sofrer ainda mais do que já sofri e que só eu própria sei. Ponho a minha vida na mão de Deus, sei que só assim me sinto protegida!

7 comentários:

  1. Conheço o teu blog a uns 5 meses menos tempo do que te conheço a ti e ás vezes estas tao inspirada que me fazes chorar xd
    é um orgulho poder ler tudo aquilo que publicas de uma forma tao boa e simples que nao consegues parar (nao consigo parar) de ler.
    Adoro os teus posts e aprecio cada um deles ficando sempre intusiasmada quando venho cá e tenho um novo post á minha espera seja para rir ou chorar, ADORO LER O TEUUUU BLOG!
    Amote muito.
    P.s - Tânia Freitas

    ResponderEliminar
  2. É verdade, noto mesmo que gostas do que escrevo, estás sempre a pedir-me para escrever :$ E eu fico muito orgulhosa que gostes, e que chores/rias com o que digo. E obrigadaaa! És linda, amo-te <3

    ResponderEliminar
  3. Belo texto, às vezes a vida não muda nada mesmo, mas muda a perspectiva com que a encaramos.. e isso sim, muda TUDO! (:

    ResponderEliminar
  4. sim, de facto, acho que toda a gente devia pôr a sua própria felicidade acima da felicidade dos outros... desde que não prejudiquemos de forma acentuada a vida de alguém, claro.
    bom, relativamente ao teu texto, quero salientar que tu consegues transformar um conjunto de palavras em emoções, quando leio o teu blog, consigo sentir cada palavra!
    e sabes, às vezes o desconhecido é bom, muito bom até. é normal haver receio, é normal esse receio nos atormentar e fazer com que não tomamos certas decisões na nossa vida, mas temos que ser mais fortes que os nossos medos :) e já vi que acreditas em Deus, tal como eu. se te magoares, se acabares por sofrer com qualquer coisa, certamente irás aprender uma grande lição! nunca duvides disso!
    força querida(:

    ResponderEliminar
  5. eu gosto da tua escrita. é real e sincera. frontal. acho que isso é tão importante. é o que falta a muita gente. :)

    os meus primos têm vindo para cá esta semana, então quase não venho cá. ando a jogar futebol com eles x)

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.