8.4.13

Não é só um bocado...


"- Eu achei que era só um bocado, aliás eu queria acreditar nisso... eu queria acreditar que eu só gostava de ti um bocado. Porque eu não queria ficar com aquele ar de tonta, aquele ar... Não queria que me deixasses sem palavras, percebes? Não queria ficar o dia inteiro a pensar em ti só porque sim. Não me podias pregar este susto... porque eu não gosto de ti só um bocado percebes? Não é só um bocado, é um bocadão
- É muito mesmo? 
- E tanto. Tanto, tanto, tanto."
Destinos Cruzados

5 comentários:

  1. vamos ver quanto tempo aguento. mas já estava com saudades de escrever :)
    como é que andas macaca? está tudo bem?

    ResponderEliminar
  2. Muito bom!
    sempre com este espacinho tão cheio de sentimento, tão dócil :)

    ResponderEliminar

cada pessoa tem a sua opinião, dá a tua.